quarta-feira, 30 de junho de 2010

Temperaturas diárias mês de julho de 1918


Julho 1918 Estação meteorológica Avenida Paulista- Capital São Paulo




Nos dias 03,04,13,16, 20 e 25, os dados estão ausentes, devido provavelmente a falha de envios de telegrama na época.

sábado, 26 de junho de 2010

Temperaturas 20 de junho de 1933


Valendo sempre aqule critério nas medições, o boletim é do dia 21, porém as mínimas e máximas no canto direito são do dia anterior ,20.

Temperaturas 15 de julho 1933


Temperaturas em 17 de Julho de 1933


Neste boletim estão dados meteorológicos do ministério da Agricultura, reparem que o boletim é do dia 18 de julho, porém as temperaturas mínimas e máximas são do dia anterior( Observações das 24 horas precedentes), portanto feitas no dia 17.


Observações meteorológicas 26 de junho 1918


O Boletim é do dia 27 de junho de 1918, porém as temperaturas mínimas e máximas foram registradas no dia 26.


Boa tarde, tudo bem pessoal!, queria saber se estão conseguindo visualizar as tabelas, pra mim é importante saber, pois caso tiver tendo problemas mudarei a forma de postagem. Agradeço desde já a atenção de todos!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Observações Meteorológicas Porto Alegre INMET 1994


Observações meteorológicas Curitiba INMET 1994


Dados meteorológicos Observatório Nacional 25 de junho de 1918


Aqui está os dados das temperaturas ocorridas em 25 de junho de 1918, segundo dados do Observatório Nacional , e o boletim é do dia 26, porém as temperaturas mínimas e máximas foram registradas na véspera, dia 25. Fonte: Diário Oficial da União.




Observações meteorológicas Goiânia INMET 1942


Observações meteorológicas Curitiba INMET 1942


Observações meteorológicas ano 1942 São Paulo


Em toda série histórica do INMET e do IAG na cidade de São Paulo, o mês com menor média de temperaturas mínimas e máximas foi em julho de 1942, onde o INMET registrou média das mínimas de 8,1ºC, e das máximas de 19,2ºC, e média do mês de 12,3ºC, e o IAG registrou média das mínimas de 7,0ºC e das máximas de 17,5ºC. O INMET registra dados na capital paulista desde da década de 30, e a partir de 1943 começou-se a fazer medições no Mirante de Santana, e estes dados de 1942 são do INMET em outro local dentro da capital paulista.


Temperaturas média compensada mensal 1990-2000 Cuiabá


DICA

PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO DAS TABELAS, É SÓ CLICAR SOBRE ELAS, E NA PÁGINA BASTA DAR UM CLIQUE QUE APARECERA A LUPA, E ASSIM SE AUMENTA O ZOOM PARA UM TAMANHO MAIOR.

Observações meteorológicas Cuiabá INMET 1999

Temperaturas INMET Cuiabá 1998

Dados Temperaturas INMET Cuiabá ano 1998

Ano 1998

Janeiro
Temperatura mín absoluta 23,9 ºC dias 13 e 15
Temperatura máx absoluta 38,1 ºC dia 04

Fevereiro
Temperatura mín absoluta 23,0 ºC dias 03 e 12
Temperatura máx absoluta 37,1 ºC dia 06

Março
Temperatura mín absoluta 22,6 ºC dia 13
Temperatura máx absoluta 36,2 ºC dia 28

Abril
Temperatura mín absoluta 20,7 ºC dia 30
Temperatura máx absoluta 37,0 ºC dia 11

Maio
Temperatura mín absoluta 14,1 ºC dia 31
Temperatura máx absoluta 35,6 ºC dia 10

Junho
Temperatura mín absoluta 13,3 ºC dia 26
Temperatura máx absoluta 35,8 ºC dia 29

Julho
Temperatura mín absoluta 13,2 ºC dia 11
Temperatura máx absoluta 38,0 ºC dia 21

Agosto
Temperatura mín absoluta 14,8 ºC dia 27
Temperatura máx absoluta 37,9 ºC dia 01

Setembro
Temperatura mín absoluta 12,4 ºC dia 09
Temperatura máx absoluta 38,4 ºC dia 11

Outubro
Temperatura mín absoluta 19,7 ºC dia 19
Temperatura máx absoluta 39,0 ºC dia 20

Novembro
Temperatura mín absoluta 22,2 ºC dia 18
Temperatura máx absoluta 37,8 ºC dia 07

Dezembro
Temperatura mín absoluta 20,0 ºC dia 23
Temperatura máx absoluta 44,7 ºC dia 25

OBS: Consta na tabela no dia 25 de dezembro o valor de temperatura máxima de 44,7 ºC, quaisquer dúvidas entrar em contato com o instituto.

Temperaturas aeroporto Cuiabá 1996 e 1997

Ano 1996

Janeiro
Temperatura mín absoluta 23,2 ºC dia 31
Temperatura máx absoluta 35,6 ºC dia 27

Fevereiro
Temperatura mín absoluta 22,0 ºC dia 06
Temperatura máx absoluta 35,ºC dia 11

Março
Temperatura mín absoluta 22 ºC dia 22
Temperatura máx absoluta 35,4 ºC dias 17 e 31

Abril
Temperatura mín absoluta 16,8 ºC dia 19
Temperatura máx absoluta 35,8 ºC dia 06

Maio
Temperatura mín absoluta 19,4 ºC dia 31
Temperatura máx absoluta 34,0 ºC dias 09 e 14

Junho
Temperatura mín absoluta 7,0 ºC dia 29
Temperatura máx absoluta 34 ºC dia 15

Julho
Temperatura mín absoluta 10,0 ºC dia 01
Temperatura máx absoluta 35,0 ºC dias 17 e 20

Agosto
Temperatura mín absoluta 16,2 ºC dia 10
Temperatura máx absoluta 37,4 ºC dia 09

Setembro
Temperatura mín absoluta 14,0 ºC dias 10 e 11
Temperatura máx absoluta 38 ºC várias datas

Outubro
Temperatura mín absoluta 17,0 ºC dia 05
Temperatura máx absoluta 38,4ºC dia 09

Novembro
Temperatura mín absoluta 22,8 ºC dia 20
Temperatura máx absoluta 37,4 ºC dia 13

Dezembro
Temperatura mín absoluta 22,0 ºC dias 11 e 12
Temperatura máx absoluta 38 ºC dia 16




Ano 1997

Janeiro
Temperatura mín absoluta 21,0 ºC dia 24
Temperatura máx absoluta 35,2 ºC dia 06

Fevereiro
Temperatura mín absoluta 21, º C dia 09
Temperatura máx absoluta 35,0ºC dia 10

Março
Temperatura mín absoluta 21 ºC dia 31
Temperatura mín absoluta 35,1 ºC dia 22

Abril
Temperatura mín absoluta 20, 6 ºC dia 01
Temperatura máx absoluta 35 ºC dia 04

Maio
Temperatura mín absoluta 19 ºC dia 30
Temperatura máx absoluta 35ºC dias 03 e 04

Junho
Temperatura mín absoluta 12,5 ºC dia 09
Temperatura máx absoluta 34,2 ºC dia 14

Julho
Temperatura mín absoluta 15,4 ºC dia 22
Temperatura máx absoluta 36,0ºC dia 31

Agosto
Temperatura mín absoluta 12,8 ºC dia 09
Temperatura máx absoluta 40,4ºC dia 28

Setembro
Temperatura mín absoluta 22,7 ºC dia 24
Temperatura máx absoluta 40,2 ºC dia 11

Outubro
Temperatura mín absoluta 22,0 ºC dia 03
Temperatura máx absoluta 41,0 ºC dia 12
Destaque nesse dia 12 a mínima foi de 29,0 ºC

Novembro
Temperatura mín dados ausentes
Temperatura máx absoluta 40,0 ºC dia 08

Dezembro
Dados ausentes

Temperaturas Aeroporto de Cuiabá ano 1995

Ano 1995

Janeiro
Temperatura mín absoluta 13,6 º C dia 01
Temperatura máx absoluta 33,0 º C dias 18 e 19

Fevereiro
Temperatura mín absoluta 21,6 º C dia 17
Temperatura máx absoluta 34,0 º C dias 23, 24, 27 e 28

Março
Temperatura mín absoluta 23,0 º C várias datas
Temperatura máx absoluta 36,0 º C dia 17

Abril
Temperatura mín absoluta 15,8 º C dia 13
Temperatura máx absoluta 35,0 º C dia 31

Maio
Temperatura mín absoluta 17,0 º C dias 08 e 26
Temperatura máx absoluta 35,0 º C dia 02

Junho
Temperatura mín absoluta 15,0 º C dias 19 e 20
Temperatura máx absoluta 34,4 º C dia 18

Julho
Temperatura mín absoluta 12,0 º C dia 21
Temperatura máx absoluta 36,0 º C dia 27

Agosto
Temperatura mín absoluta 13,2 º C dia 05
Temperatura máx absoluta 38,0 º C dia 31

Setembro
Temperatura mín absoluta 14,8 º C dia 20
Temperatura máx absoluta 39,2 º C várias datas

Outubro
Temperatura mín absoluta 17,8 º C dia 01
Temperatura máx absoluta 38,4 º C dia 05

Novembro
Temperatura mín absoluta 22,0 º C dia 18
Temperatura máx absoluta 37,8 º C dia 05

Dezembro
Temperatura mín absoluta 21,0 º C dia 09
Temperatura máx absoluta 35,0 º C dias 19 e 21

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Onda de frio em Julho de 1975

A onda de frio de julho de 1975 foi realmente intensa, embora oficialmente a mais forte onda de frio que atingiu o território brasileiro foi a de 1955. As geadas do dia 18 de julho de 75, dizimaram praticamente todos os cafezais do estado do Paraná, e estima-se que 1,05 milhões de hectares foram perdidos no estado, e 300 mil cafeeiros, a maioria pequenos produtores tiveram prejuízos totais em suas lavouras devido a destrutiva "geada negra", registrada em grande escala, e a pecuária paranaense também teve grandes danos, e o estado de SP e sul de MG também registrou muitos prejuízos devido as fortissímas geadas, e essa onda de frio foi tão intensa e extensa que chegou a atravessar a linha do Equador!, chegando até o estado de Roraima, e parte da Venezuela, e nesse mesmo dia a friagem foi sentida em vários pontos da região , como em Rio Branco/AC onde a mínima no aeroporto da cidade foi de apenas 6ºC, e a máxima de 23ºC, e na capital de Rondônia, Porto Velho, nesse dia 19 a mínima foi de apenas 6ºC no aeroclube da cidade, e em Vilhena/RO mais frio ainda, com mínima de apenas 3,4ºC( recorde de frio absoluto no local).E voltando ao estado do Paraná, as temperaturas no dia 18 de julho de 1975, realmente foram surpreendentes, e os aeroportos do estado registraram nesse dia as seguintes temperaturas:

Foz do Iguaçu mín -5ºC/máx 11ºC
Londrina mín -2ºC/14ºC
Curitiba mín-5ºC/ máx 10ºC,
e o SIMEPAR registrou nesse dia na capital paranaense, temperatura mínima de congelantes -6ºC.
. E nesse dia 18 de julho as temperaturas foram geladas em várias áreas do país, e os aeroportos de algumas cidades registraram as seguintes temperaturas:

Cidade temperaturas mínima/máxima:

Goiânia/GO 5ºC/18ºC,
Santos/SP 8ºC/13ºC
Florianópolis/SC 3ºC/16ºC
Guarulhos(Cumbica) 2ºC/13ºC
Galeão/RJ 13ºC/23ºC
Campos dos Afonsos/RJ 12ºC/16ºC
São José dos Campos/SP 4ºC/14ºC
Manaus/AM 18ºC/27ºC
Santa Maria/RS 1ºC/10ºC.


No dia seguinte, dia 19, conforme mencionei antes as temperaturas também foram baixas, e os aeroportos registraram:
Guarulhos(Cumbica) 1ºC/15ºC
Florianópolis/SC -1ºC/18ºC
Galeão/RJ 11ºC/19ºC
Foz do Iguaçu/PR -2ºC/19ºC
São José dos Campos -1C/17C
Cuiabá/MT 5ºC/16ºC
Santa Maria/RS - 3ºC/13ºC
Curitiba -4ºC/20ºC
Barbacena/MG 6ºC/12ºC
Campo Grande/MS 0ºC/17ºC.


Agora vejam dados das estações convencionais do INMET entre os dias 17 e 19 de julho de 1975.

Campo Mourão/PR
Mín
19/07/1975 -2,2ºC
18/07/1975 -7,1ºC
17/07/1975 -2,7ºC


Castro/PR
Máx Mín
19/07/1975 12,1ºC -2,8ºC
18/07/1975 11,1ºC -5,9ºC
17/07/1975 7,7ºC -2,3ºC


Curitiba
Máx Mín
19/07/1975 11,9ºC 1,3ºC
18/07/1975 10,2ºC -5,1ºC
17/07/1975 8,7ºC -0,5ºC


Campo Grande/MS
Máx Mín
19/07/1975 17,5ºC 0,7ºC
18/07/1975 11,9ºC -3,4ºC
17/07/1975 9,2ºC 1,8ºC



Corumbá/MS
Máx Mín
19/07/1975 18,7ºC 4,0ºC
18/07/1975 14,4ºC 1,4ºC
17/07/1975 13,4ºC 7,3ºC



Caceres/MT
Máx Mín
19/07/1975 22,5ºC 2,1ºC
18/07/1975 15,3ºC 4,0ºC
17/07/1975 14,0ºC 7,3ºC



Presidente Prudente/SP
Máx Mín
19/07/1975 19,1ºC 3,6ºC
18/07/1975 13,2ºC -1,8ºC
17/07/1975 12,2ºC 2,6ºC


Catanduva/SP
Máx Mín
19/07/1975 22,9ºC 3,2ºC
18/07/1975 14,3ºC 0,3ºC



Iguape/SP
Máx Mín
19/07/1975 13,7ºC 8,8ºC
18/07/1975 ? 3,2ºC
17/07/1975 16,0ºC 5,2ºC


São Paulo/SP( Mirante de Santana)
Máx Mín
19/07/1975 14,5ºC 3,2ºC
18/07/1975 11,6ºC 1,5ºC
17/07/1975 16,6ºC 5,0ºC


Vale destacar também o recorde de frio em Brasília, onde no dia 18 de julho de 1975 foi registrada a menor temperatura da história com 1,6ºC, segundo o INMET. Em Guarapuava no Paraná, a mínima foi de -10,0ºC negativos, recorde absoluto de frio no munícipio, e em Palmas também no sul do Paraná, o INMET registrou um frio mais extremo ainda, com impressionantes -11,5ºC. E nesse julho de 1975, vale destacar o ocorrência de neve em quase toda região Sul no dia 17, inclusive em Curitiba, com ocorrências raríssimas desse fenômeno, onde aconteceu até no oeste e centro paranaense, e região sul de MS, nevou também como em Ponta Porã e no sul paulista, especialmente em Apiaí.

OBS: Em Curitiba a máxima de 8,7°C no dia 17, corresponde a medição entre às 09hs da manhã do dia 16, e às 9hs da manhã do dia 17, tendo em vista que no decorrer do dia 17, devido a neve, a temperatura só foi caindo durante o dia, a ponto de a mínima ter sido de -5,1°C, segundo o INMET, e de -6°C segundo o Simepar, pra que fique bem claro essa mínima de -5,1°C foi registrada no período de 24 hs entre às 9hs da manhã do dia 17, e às 9hs da manhã do dia 18.

sábado, 12 de junho de 2010

Ranking de menores temperaturas no Brasil

ALGUMAS TEMPERATURAS REGISTRADAS OFICIALMENTE

-14,0ºC Caçador/SC 30/06/1952 ( EPAGRI)
-12,0ºC Canoinhas/SC 06/08/1963
-11,5ºC Palmas/PR 18/07/1975

-11,1ºC Xanxerê/SC 20/07/1953
-11,0ºC
Caçador/SC 30/06/1952 ( INMET)
-10,6ºC Xanxerê/SC 10/07/1944
-10,4ºC
Caçador/SC 06/08/1963

-10,1ºC Palmas/PR ? /07/1933( dia 10 ou 13)
-10,0ºC Guarapuava/PR 18/07/1975
-10,0ºC São Joaquim/SC 02/08/1991
-9,8ºC Valões/SC 14/07/1947
-9,8ºC
Bom Jesus/RS 01/08/1955

-9,4ºC Palmas/PR 31/07/1955
-9,2ºC Bom Jardim da Serra/SC 08/06/2012
-9,1ºC Irienópolis/SC 06/08/1963
-9,0ºC
São Joaquim/SC 14/7/2000

-9,0ºC Uurupema/SC 28/06/2011
-9,0ºC Muzambinho/MG 26/06/1918

-8,8ºC Cambará do Sul/RS 15/06/1979
-8,6ºC Araranguá/SC 06/07/1942

-8,6ºC Bom Jardim da Serra/SC 09/06/2012
-8,5ºC Palmas/PR 06/08/1963

-8,5ºC Vacaria 10/07/1918
-8,4ºC
Guarapuava/ PR 31/7/1955

-8,4ºC Maria da Fé/MG 21/07/1981
-8,4ºC Castro/PR 06/08/1963
8,4ºC Urupema/SC 08/06/2012
-8,2ºC São Joaquim/SC 06/08/1963
-8,1ºC Xanxerê/SC 27/06/1944
-8,1ºC São Joaquim/SC 31/07/1955
-8,0ºC
Ponta Porá/MS 05/06/1988

-8,0ºC Campos do Jordão 25/07/1923
-8,0ºC Castro/PR 11/07/1972
-7,9ºC
Xanxerê/SC 20/06/1942

-7,9ºC Urupema/SC 05/06/2011
-7,9ºC Uupema/SC 09/06/2012
-7,8ºC Urupema 14/07/2010
-7,8ºC Santa Rosa/RS 08/06/2012
-7,7ºC Urupema 15/07/2010
-7,7ºC Campos do Jordão( Pq estadual) 02/08/1955
-7,7ºC Farroupilha/RS 08/06/2012
-7,6ºC Ponte Serrada/SC 28/06/2011
-7,5ºC Castro/PR 01/08/1955

-7,5ºC Apucarana 31/07/1955
-7,5ºC São Joaquim 03/09/1964
-7,4ºC Rio Negro/PR 07/08/1963
-7,4ºC Campos do Jordão 26/06/1918
-7,4ºC Campo Mourão 07/08/1963
-7,3ºC Campos do Jordão/SP 01/06/1979
-7,3ºC Bagé/RS 24/06/1918

-7,3ºC Caceres 05/07/1915
-7,3ºC Lages/SC 25/07/1945
-7,2°C
Bom Jesus e Cambará do Sul/RS 14/07/2000

-7,2ºC Campos do Jordão/SP 14/06/1948
-7,2ºC Poços de Caldas 27/06/1994
-7,2ºC São Joaquim 17/07/1975
-7,1°C Campo Mourão/PR 18/07/1975

-7,0ºC São José dos Ausentes 26/06/1994
-7,0ºC São Joaquim 26/06/1994
-7,0ºC Santa Rosa 07/06/2012

Fontes: INMET/ Epagri/Ciram.

Segundo relatos extraoficiais a menor temperatura já registrada no Brasil foi em uma estação não oficial no Morro da Igreja em Urubici/SC no dia 29 de junho de 1996 onde os termômetros registraram -17,8ºC. E outras temperaturas que carecem de fonte e portanto não oficiais, foi no Pico das Agulhas Negras no estado do RJ, com -11,2ºC possivelmente em junho de 1985, e há citações de -8,9ºC em Curitiba, em 1928, e de -11ºC em São José dos Ausentes. Aos amigos que quiserem citar temperaturas na faixa entre -7ºC e -12ºC ocorridas em alguma localidade registrada oficialmente publicarei aqui na relação.

E na cidade de Caçador no dia 30/06/1952 o Epagri registrou -14,0ºC, e na estação do INMET foi de -11,0C.

Agradeço ao amigo Aldo e a outros amigos pelos ótimos dados fornecidos, e no dia de hoje( 30/03/2013) ATUALIZEI A LISTA COM DADOS DE 2011 e 2012.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Forte onda de frio em 1918.....

Uma das ondas de frio, mais marcantes ocorridas na história do Brasil foi em junho de 1918. E vou descrever com dados oficiais do serviço de meteorologia do governo na época as temperaturas mínimas e máximas durante a atuação dessa massa polar. No dia 24 de junho de 1918 a massa polar começava a atuar com força sobre o centro sul do Brasil, e as temperaturas registradas nesse dia foram de: Temperaturas ( Mín/Max),
São Paulo( 3,5°C/ 14,0°C com geada)
Porto Alegre ( 2,8°C/ 9,3°C)
Rio Grande/RS( 1,0°C/7,0°C)
Paranaguá/litoral- PR( 2,0°C/ 12,0°C)


E a menor temperatura registrada nesse dia no país foi em Lages/SC com -3,0°C.

No dia 25 de junho o ar polar atinge seu auge, e provoca frio extremo e nesse dia as temperaturas foram as seguintes:
São Paulo ( -1,2°C/ 12,5°C com forte geada)
Florianópolis ( 2,0°C/11,0°C com geada)
Paranaguá ( 15,0C/3,0C)
Uberaba/MG ( -0,4C/ 9,0°C)
Caxambu/MG ( -1,4°C/ 16,0°C)
Petrópolis/RJ( 1,5°C/ 13,5°C )
Porto Alegre( 2,6°C/ 12,4°C com geada)
Teresópolis( 8,0°C/11,0°C)

O menor registro de temperatura no país foi em Piracicaba, interior paulista com -2,5°C, e na cidade do Rio foram de:
Pedregulho ( 11,2°C/19,4°C)
Engenho do Dentro( 9,8°C/ 17,9°C)
Lagoa Rodrigo de Freitas( 13,2°C/17,2°C)
Morro da Urca( 11,0°C/16,0°C)
Cascadura( 10,0°C/17,5°C)


No dia 26 de junho de 1918 o centro da massa polar passa pelo Sudeste e provoca geadas amplas, no centro sul de MG, inclusive em Belo Horizonte, e aumenta ainda mais o frio em toda região, sendo que no estado do RJ as temperaturas caíram ainda mais. E as temperaturas nesse dia foram:
Belo Horizonte( 2,4°C/ 20,0°C)
Porto Alegre( -0,5°C/ 14,2°C)
Uruguaiana ( 0,5°C/ 15,7°C)
Uberaba( -2,0°C/24,0°C)
Lages ( 0°C/ 11,0°C)
Teresópolis/RJ( 0,5°C/ 13, 0C)
Resende/RJ( 0,2°C/ 19,0°C)
Santos ( 5,0°C/20,0°C).
Na cidade do Rio as estações espalhadas nesse dia registraram temperaturas muito baixas, e foram de:
Engenho do Dentro( 6,2°C/ 19,9°C)
Cascadura( 7,0°C/19,0°C)
Pedregulho( 8,0°C/19,8°C)
São Januário( 8,4°C/20,0°C)
Morro da Urca( 9,8°C/ 16,9°C)
Lagoa Rodrigo de Freitas( 10,0°C/19,0°C)


No País a menor temperatura nesse dia 26, foi em Muzambinho/MG com -9°C.

E a partir do dia 08 de julho de 1918, outra massa polar provoca frio acentuado no centro sul do Brasil, e na capital paulista, depois de muita pesquisa, eu consegui encontrar uma temperatura máxima inferior aos 10 graus em Sampa, onde no dia 09 de julho de 1918 na estação meteorológica existente na Avenida Paulista a máxima foi de apenas 9,5°C.
E as temperaturas mínimas e máximas registradas entre os dias 08 e 10 de julho de 1918 foram as seguintes:
Dia 08( 7,0°C/11,2°C)
Dia 09( 7,0°C/9,5°C)
dia 10( 2,0°C/10,5°C).


OBS: Todos os dados são de total veracidade, pertencentes ao serviço de Meteorologia do governo na época, onde grande parte das estações, são do INMET, e eu extrai os dados através de um diário oficial do ano de 1918.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Mirante tem menor temperatura de 2010

A madrugada e o começo da manhã dessa segunda feira registrou na estação do Mirante de Santana, a menor temperatura desse ano de 2010, onde a estação automática registrou 8,7°C, e daqui à pouco, por volta das 10hs da manhã sai a medida da estação convencional, e o dado da estação convencional acabou de ser divulgado e foi também de exatos 8,7°C, o mesmo da automática, e a primeira temperatura de um dígito registrado no local nesse ano. Mas de qualquer forma, esse valor ainda não supera a mínima do ano passado que foi de 7,7°C no dia 04
de junho. E em outros pontos da capital paulista registraram temperaturas bem mais baixas. E segundo dados dos aeroportos as mínimas foram:

8°C em Congonhas
6°C em Campo de Marte
5°C em Cumbica( Guarulhos)


Na estação do IAG, na zona sul de SP registrou mínima de 5,2°C, e o CGE registrou 4,3°C em Parelheiros, extremo sul da cidade, e na região metropolitana de São Paulo, houveram mínimas ainda mais baixas, e segundo dados do Ciiagro, a temperatura mínima em Juquitiba foi de apenas 2,4°C. E no estado de São Paulo houveram vários recordes de frio e alguns desses registrados pelo Ciiagro são:

Campos do Jordão -2,4°C
São Lourenço da Serra 0,9°C
Tapiraí 0°C
Itapetininga 0,1°C
São Roque 1°C
Itararé 0,3°C
Palmital 2,2°C
São Pedro do Turvo 3,8°C
.Até no litoral esfriou muito, como em Ubatuba registrou 9°C( Ciiagro), e na base aérea de Santos 8°C.
E em munícipios de MG registraram até temperaturas negativas, como em:

Monte Verde -1,2°C
Maria da Fé 0,9°C
Caldas 1,3°C
Florestal 3,9°C
Passa Quatro 3,4°C

Fonte: estações automáticas INMET.

Em Campos do Jordão a automática do INMET registrou -0,2°C. No Paraná e Santa Catarina também registrou temperaturas muito baixas e registaram mínima de:

-0,2°C em Curitibanos/SC( INMET)
0,3°C em Caçador/SC( INMET)
0,6°C em Major Vieira/SC( INMET)
0,2°C em Rio Negrinho/SC ( INMET)
0°C em Guarapuava( Simepar)
1,5°C em Fernandes Pinheiro/PR ( Simepar)
1,6°C em Joaquim Tavóra/PR (INMET)
0,7°C General Carneiro ( INMET).


OBSERVAÇÃO: As temperaturas mínimas nas automáticas
do INMET que eu citei, estão com dados da tabela temperatura mín, pois lá consta temperatura Inst, Máx e Mín observadas no período de uma hora, e obviamente é sempre necessário observar a mín registrada nesse período, e não apenas a Institucional .

domingo, 6 de junho de 2010

Forte massa polar em novembro de 1933...

Se ocorresse no inverno já seria considerado um frio de forte intensidade, porém num mês de novembro chama ainda mais a atenção. Foi entre os dias 09 e 10 de novembro de 1933 que uma intensa massa polar atingiu o centro sul do Brasil trazendo temperaturas extremamente baixas. Segundo dados do serviço meteorológico na época, as temperaturas mínimas no dia 09 de novembro de 1933 foram de:
0°C em Xanxerê/SC ( a menor temperatura do Brasil no dia),
4°C em Lages/SC,
3°C em Palmas/PR,
6°C em Curitiba,
10°C em São Paulo,
11°C em Teresópolis/RJ.

E no dia seguinte dia 10, as mínimas foram de:
2°C em Xanxerê/SC,
4°C em Palmas/PR,
6°C em Lages e Curitiba,
7°C em São Paulo e Teresópolis,
9C° em Campinas,
13°C em Santos.

E interessante é que nesse dia 10, a temperatura estava em forte elevação no RS, pois em Uruguaiana a mínima foi de 17°C, e a máxima de 29°C, indicando já um possível aquecimento pré frontal, e enquanto isso fazia bastante frio em SC, PR, SP e RJ. Notem que para os padrões de novembro foram temperaturas muito baixas, e foi nesse período que a estação do IAG registrou a menor temperatura de novembro até hoje, com impressionantes 5,3°C.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

INVERNOS CADA VEZ MAIS QUENTES.....

Ao que tudo indica teremos nesse inverno de 2010 no estado de SP, novamente pouco frio, ou seja, as temperaturas na média da estação do inverno ficaram acima da média, com alguns eventos de incurso de massas polares, mas que duraram pouco tempo. E esse cenário é praticamente o mesmo que vem sendo observado na década de 2000, que foi mais quente em áreas como na capital paulista, onde na estação do Mirante de Santana, ao longo de dez anos em nenhuma ocasião a temperatura declinou do patamar dos 4 graus. Em 2000 até foram registradas temperaturas próximas de 0 graus na cidade de São Paulo, porém no Mirante a marca ficou longe desse valor. E além das temperaturas acima da média previstas para a próxima estação, teremos também um inverno seco, bem diferente do ano passado onde choveu regularmente e em boa quantidade no interior de SP, no trimestre Jun/ Jul/Ago, já nesse ano de 2010, a expectativa é de chuvas abaixo da média nos próximos três meses inclusive na região Sul, segundo consenso divulgado pelo INMET/CPTEC . Quando algumas pessoas de mais idade dizem que antigamente fazia mais frio, elas tem razão pois basta ver os dados de uma série histórica, para observar que realmente esse quadro vem se confirmando. Só para efeitos de exemplo vou citar dados das mínimas absolutas em cada década desde a de 40 até a de 2000 na estação do Mirante de Santana:
Décadas:
40: 0,4ºC 12/07/1942
50: -2,1ºC 02/08/1955
60: 1,9ºC 12/07/1965
70: 1,2ºC 01/06/1979
80: 3,4ºC 27/08/1984
90: 0,8ºC 10/07/1994
00: 4,1ºC 18/07/2000

Reparem que na década de 2000, a mínima absoluta foi a maior registrada para a década desde o começo das medições, e isso não é simplesmente uma mera oscilação, pois a temperatura média do inverno na década inteira de 2000 foi a maior também, ou seja nesses últimos 10 anos, foram registrados consecutivamente invernos cada vez mais quentes. Portanto não pode se dizer que o clima não mudou, pois essa elevação das temperaturas demonstra que os invernos de hoje são relativamente “ cada vez mais mornos” em relação aos do passado. E o pior pessoal, é que ainda tem gente que resiste em dizer que tudo isso é normal. Ora bolas, e indo há tempos atrás a situação se evidencia mais ainda em termos de elevação de temperaturas. Aqui no próprio blog , tem os dados de estações meteorológicas na capital paulista desde 1889 , e só pra ilustrar vou mostrá-los aqui novamente e vejam como realmente fazia bem mais frio antigamente . E os dados a seguir são de três estações: LUZ, Praça da República ,Avenida Paulista , com mínimas absolutas iniciando pelo ano de 1889:

Em 1889 as mínimas na estação da Luz foram de:
0,9°C em junho, 2,0°C em agosto, e 0,7°C em setembro, e ainda nessa estação as mínimas foram as seguintes:
0,7°C em agosto de 1890,
2,4°C em 1891,
0,7°C em 14 de julho de 1892
1,0°C em junho de 1893,
2,4°C em junho de 1894,
1,5°C em 14 de julho de 1894.
Na estação meteorológica da Praça da República as temperaturas entre 1895 e 1901 foram as seguintes: 0,0°C em 25 de junho de 1895
0,9°C em 05 de julho de 1898,
-2,5°C em 24 de agosto de 1898 com forte geada,
2,8°C em 18 de junho de 1899,
2,4°C em junho de 1901.
Já na estação meteorológica localizada na Avenida Paulista as mínimas entre 1902 e 1933 foram :
0,5°C em 18 de agosto de 1902,
-2,0°C em 19 de agosto de 1902( com forte geada),
1,3°C em junho de 1904,
4,0°C em 12 de agosto de 1894,
1,5°C em 13 de agosto de 1904,
-0,2°C em julho de 1905,
0,5°C em agosto de 1905,
3,5°C em 18 de julho de 1910,
-0,2°C em 19 de julho de 1910,
3,2°C em 23 de junho de 1911,
0,0°C em 24 de junho de 1911,
4,4°C em 03 de setembro de 1912,
1,5°C em 04 de setembro de 1912,
2,0°C em agosto de 1917,
-1,2°C em 25 de junho de 1918 ( forte geada),
1,2°C em julho de 1918,
2,0°C em agosto de 1919,
-0,4°C em junho de 1920,
2,2°C em setembro de 1920,
0,2°C em junho de 1921,
-0,3°C em julho de 1921,
-0,2°C em julho de 1923,
1,0°C em agosto de 1924,
1,2°C em junho de 1925,
1,1°C em julho de 1925,
0,6°C em julho de 1926,
2,0°C em julho de 1930,
1,1°C em 29 de junho de 1931,
1,5°C em 30 de junho de 1931,
1,9°C em junho de 1932,
1,2°C em 14 de julho de 1933.

Notem que as mínimas inferiores aos 3 graus aconteciam várias vezes e de forma seguida, e agora olhem as temperaturas mínimas absolutas anuais no Mirante de Santana dessa década de 2000:

2000 mín 4,1ºC dia 18/07
2001 mín 5,6ºC 29/07
2002 mín 5,7ºC 03/09
2003 mín 5,9ºC 18/08
2004 mín 6,8ºC 09/08
2005 mín 9,4ºC 09/07
2006 mín 6,2ºC 06/09
2007 mín 6,4ºC 30/07
2008 mín 8,3ºC 17/06
2009 mín 7,7ºC 04/06.
Observando os dados vejam que hoje em dia uma temperatura de 5 graus é considerado um frio ártico, sendo que antigamente seria um friozinho, perto dos valores abaixo dos 3 graus que fazia costumeiramente.