terça-feira, 8 de junho de 2010

Forte onda de frio em 1918.....

Uma das ondas de frio, mais marcantes ocorridas na história do Brasil foi em junho de 1918. E vou descrever com dados oficiais do serviço de meteorologia do governo na época as temperaturas mínimas e máximas durante a atuação dessa massa polar. No dia 24 de junho de 1918 a massa polar começava a atuar com força sobre o centro sul do Brasil, e as temperaturas registradas nesse dia foram de: Temperaturas ( Mín/Max),
São Paulo( 3,5°C/ 14,0°C com geada)
Porto Alegre ( 2,8°C/ 9,3°C)
Rio Grande/RS( 1,0°C/7,0°C)
Paranaguá/litoral- PR( 2,0°C/ 12,0°C)


E a menor temperatura registrada nesse dia no país foi em Lages/SC com -3,0°C.

No dia 25 de junho o ar polar atinge seu auge, e provoca frio extremo e nesse dia as temperaturas foram as seguintes:
São Paulo ( -1,2°C/ 12,5°C com forte geada)
Florianópolis ( 2,0°C/11,0°C com geada)
Paranaguá ( 15,0C/3,0C)
Uberaba/MG ( -0,4C/ 9,0°C)
Caxambu/MG ( -1,4°C/ 16,0°C)
Petrópolis/RJ( 1,5°C/ 13,5°C )
Porto Alegre( 2,6°C/ 12,4°C com geada)
Teresópolis( 8,0°C/11,0°C)

O menor registro de temperatura no país foi em Piracicaba, interior paulista com -2,5°C, e na cidade do Rio foram de:
Pedregulho ( 11,2°C/19,4°C)
Engenho do Dentro( 9,8°C/ 17,9°C)
Lagoa Rodrigo de Freitas( 13,2°C/17,2°C)
Morro da Urca( 11,0°C/16,0°C)
Cascadura( 10,0°C/17,5°C)


No dia 26 de junho de 1918 o centro da massa polar passa pelo Sudeste e provoca geadas amplas, no centro sul de MG, inclusive em Belo Horizonte, e aumenta ainda mais o frio em toda região, sendo que no estado do RJ as temperaturas caíram ainda mais. E as temperaturas nesse dia foram:
Belo Horizonte( 2,4°C/ 20,0°C)
Porto Alegre( -0,5°C/ 14,2°C)
Uruguaiana ( 0,5°C/ 15,7°C)
Uberaba( -2,0°C/24,0°C)
Lages ( 0°C/ 11,0°C)
Teresópolis/RJ( 0,5°C/ 13, 0C)
Resende/RJ( 0,2°C/ 19,0°C)
Santos ( 5,0°C/20,0°C).
Na cidade do Rio as estações espalhadas nesse dia registraram temperaturas muito baixas, e foram de:
Engenho do Dentro( 6,2°C/ 19,9°C)
Cascadura( 7,0°C/19,0°C)
Pedregulho( 8,0°C/19,8°C)
São Januário( 8,4°C/20,0°C)
Morro da Urca( 9,8°C/ 16,9°C)
Lagoa Rodrigo de Freitas( 10,0°C/19,0°C)


No País a menor temperatura nesse dia 26, foi em Muzambinho/MG com -9°C.

E a partir do dia 08 de julho de 1918, outra massa polar provoca frio acentuado no centro sul do Brasil, e na capital paulista, depois de muita pesquisa, eu consegui encontrar uma temperatura máxima inferior aos 10 graus em Sampa, onde no dia 09 de julho de 1918 na estação meteorológica existente na Avenida Paulista a máxima foi de apenas 9,5°C.
E as temperaturas mínimas e máximas registradas entre os dias 08 e 10 de julho de 1918 foram as seguintes:
Dia 08( 7,0°C/11,2°C)
Dia 09( 7,0°C/9,5°C)
dia 10( 2,0°C/10,5°C).


OBS: Todos os dados são de total veracidade, pertencentes ao serviço de Meteorologia do governo na época, onde grande parte das estações, são do INMET, e eu extrai os dados através de um diário oficial do ano de 1918.

5 comentários:

  1. Absurda essa minima em Muzambinho... sabe quando deu em Poços de Caldas nessa dia?

    ResponderExcluir
  2. Assim fica mais evidente ainda a forte onda de frio de julho de 2013, onde em Sampa a máxima oficial no Mirante de Santana foi de 8,7 C no dia 24. Em outras estações da cidade as máximas não passaram de 8 graus e a sensação térmica devido a ausência de luz solar e presença de ventos foi de próximo de zero grau o dia todo.

    ResponderExcluir
  3. esta onda de frio de 1918,foi mais litorânea? ou atingiu também o interior do Brasil,como no caso daquelas que chegam ao sul do amazonas?alguém sabe dizer?

    ResponderExcluir
  4. Incrível. Onde podem ser consultados estes diários oficiais antigos ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No banco de dados do inmet, mas infelizmente não são de acesso público. É preciso ser acadêmico ou profissional da área para fazer o cadastro e ter acesso aos dados.

      Excluir